Doublecast 54 - Matanza

doublecast podecast matanza Jimmy London rockgol mtv

Nesta semana Danilo de Almeida (@22daniloalmeida) e Leozão Nocete (@leonocete) falam sobre mais uma banda nacional, e que recentemente anunciou o fim de suas atividades, o Matanza.


Duração 01:27:06
DOWNLOAD 60 MB
Basta abrir o link e clicar com o botão direito e "Salvar como"

Seja um apoiador do Doublecast e aproveite as exclusividades.
Para saber mais sobre os planos e metas: PADRIM.COM.BR/DOUBLECAST

Avalie o Doublecast na iTunes Store e não deixe de participar através do email doublecastpodcast@gmail.com ou pelas redes sociais

Um comentário:

  1. Queridos crânios que se chocam fazendo crock em brigas de bar, este episódio foi ao mesmo tempo triste e feliz.

    Começando pela parte do feliz, foi excelente ouvir a história de uma banda independente que sempre respeitei muito. Do jeito que o "método Brasil" é aplicado, aglutinando cultura como quem enfia sardinhas espremidas em uma lata com tempero duvidoso, ser independente ainda é a solução para se ter dignidade e autonomia enquanto expressão artística e cultural. De outra forma, estaríamos eternamente fadados á formatação do que nos mandam ouvir, como cordeirinhos de merda que desejam que sejamos. E Matanza faz exatamente o oposto, fez exatamente isso durante toda sua carreira: uma banda insubordinada, levando seu som onde fosse bem vinda (às vezes nem isso) e ostentando um delicioso esporro que é tapa na cara, arruaça no pé-sujo, briga, cerveja, cachaça, uísque paraguaio e mulheres fatais. Apesar de ter acabado, desejo longa vida ao legado que construíram.

    E pela parte triste, é uma pena (por quaisquer tenham sido os motivos) que a banda tenha terminado. Conheci Matanza pelo tributo ao Secos e Molhados (acho que vocês mencionaram isso) e já fui cativado pelo som ali mesmo. Mas enfim, a vida segue. Às vezes segue ladeira abaixo, e os sonhos broxam, as contas não param de surgir, as ideologias arrefecem e a criatividade, frente a um país que não dá qualquer suporte à liberdade cultural, pode ficar cabisbaixa e sem força de continuar. Rogo que não seja esse o caso. Que Los Matanzos estejam só dando um tempo pra voltar, ou quem sabe voltar com um novo projeto igualmente soco-na-fuça, mas teremos que esperar. O futuro dirá.

    Grande abraço e valeu pelo episódio arruaceiro. A propósito, a mensagem de Jimmy London no início matou a pau. Té mais. 8)

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.